Numa altura que existem métodos para  controlar a transmissão vertical de HIV e SIDA da gestante ao seu bebe, ainda existe crianças que nascem seropositivas no Distrito de Matutuine, na Provincia de Maputo, facto que está a preocupar os deputados da Comissão dos Assuntos Sociais, Género, Tecnologias e Comunicação Social (3ª comissao) que, esta quinta-feira, visitaram aquele Distrito no âmbito da fiscalização do cumprimento do Plano Económico e Social e Orçamento do Estado referentes ao segundo semestre de 2020 e ao primeiro semestre de 2021.

Face a este cenário, os deputados desta Comissão exortam ao Governo distrital a intensificar  acções de sensibilização as mulheres grávidas para aderirem ao rastreio e despiste de doenças como HIV e SIDA para evitar que mais crianças nasçam seropositivas no Distrito e proporcioná-las uma vida saudável e fora de perigo desta doença.

“Sabemos que é possível uma criança de mãe e pai seropositivos nascer soronegativa. Se ainda temos casos de seropositividade em recém nascidos, então algo está a falhar na sensibilização das parturientes para a prevenção desta doença", disse, na ocasião, a Presidente da Comissão dos Assuntos Sociais, Gênero, Tecnologia e Comunicação Social, Lúcia Pedro Mafuiane, ajuntando que, se necessário, deve se  fazer campanhas porta- porta para que se reverta este cenário sombrio.

Segundo a Presidente da 3ª Comissão, a sensibilização das mulheres grávidas torna-se premente, mas é necessário que esta sensibilização seja alargada à comunidade no seu todo para a prevenção da doença, bem como, em casos de soropositividade, para aderirem ao tratamento anti-retroviral.

No entender da Mafuiane,  é incompreensível que até este momento se registe, no país, casos de soropositividade em crianças recém-nascidas mesmo  havendo meios para que isso seja colmatado, “pelo que  entendemos ser premente a adopção de novas estratégias tanto pelo Governo, a nível distrital, assim como a nível nacional, bem como pela sociedade  para que resolvermos este problema que está a pôr em causa o futuro de muitas criancas".

Dados do Distrito de Matutuine indicam que  no primeiro semestre deste ano(2021) iniciaram o tratamento anti-retroviral(TARV)  um total de 16 crianças num plano de 289, o que apresenta um grau de cumprimento de seis por cento,  contra 13 de igual período de 2020, representando um aumento em 31 por cento, enquanto em adultos 319 iniciaram o mesmo tratamento num plano de 1.268, o que representa um grau de crescimento de 25 por cento contra 371 do igual período do ano transacto, reduzindo em 14 por cento.

Ainda no Distrito de Matutuine, segundo o respectivo Administrador, Artur Muandula, iniciaram o tratamento anti-retroviral 28 mulheres grávidas de um plano de 74, num comprimento de 35 por cento, contra 42 do mesmo período de 2020 representando uma redução de 33 por cento.

“Mesmo assim, podemos considerar que o Distrito de Matutuine, em termos de situação de saúde, é bom e o perfil epidemiológico caracterizou-se por não surgimento de surto epidêmico e aumento em 45 por cento dos casos de malária ao se registar 433 casos contra 298 do igual período do ano passado”, disse Muandula explicando  que o estado de saúde da população deste Distrito esteve em alerta, devido à pandemia da Covid-19, caracterizado pelo aumento de casos, ao registar-se um cumulativo de 434 casos positivos, 420 recuperados  e 14 activos.

Ainda em Matutuine o grupo da 3ª Comissão efectou visitas à  Fábrica de Cimento Dugongo para aferir o grau de empregabilidade dos moçambicanos, sobretudo mulheres e jovens, bem como sobre a possibilidade de absorção de moçambicanos dispensados da Fábrica Cimento Nacional.

Os parlamentares visitaram, igualmente, a  Missão Roque que alberga crianças órfãs e vulneráveis, ao Centro de Saúde de Bela vista e aos serviços sociais para se inteirar sobre a sua organização e funcionamento.  

Refira-se que a visita de fiscalização ao Distrito de Matutuine marca o fim de 21 dias de fiscalização que este grupo da 3ª comissão efectuou na zona sul do país,  concretamente nas províncias de Inhambane, Gaza e Maputo  para aferir o grau de execução do Governo no cumprimento do seu Programa Quinquenal Quinquenal aprovado pela Assembleia da República no segundo semestre do ano 2020 e no primeiro semestre de 2021, cujo balanço está marcado para esta sexta feira no Governo da Província de Maputo que contará com a presença da Secretária do Estado, Victória Dias Diogo e do Governador de Província, Júlio Parruque.

SECRETARIADO GERAL
____________________________
CONHEÇA...
_______________________
COMISSÕES DE TRABALHO
____________________________
CÍRCULOS ELEITORAIS
_________________________
 
________________
Estrutura Orgânica Parlamentos do Mundo 1ª Comissão - CAC,DHL Maputo Província
Conselho Consultivo Outras Ligações 2ª Comissão - CPO Maputo Cidade
UEEFO   3ª Comissão - CAS,GTC Gaza
    4ª Comissão - CAPPL Inhambane
____________________________   5ª Comissão - CA,EA Manica
BANCADAS PARLAMENTARES   6ª Comissão - CD;SOP Sofala
FRELIMO   7ª Comissão - CRI,CC Tete
RENAMO   8ª Comissão - CP,QR Zambézia
MDM   9ª Comissão - CEP Nampula
      Niassa
      Cabo Delgado